services image

Pão quente e fresquinho: padaria que melhora o produto registra aumento nas vendas

Amigo do café da manhã, o pão francês costuma ser responsável por 23% de todo o lucro bruto das padarias. Sem este carro-chefe, os estabelecimentos teriam dificuldades para manter o negócio e os preços dos demais produtos provavelmente seriam mais altos para absorver essa diferença. De olho na qualidade do pãozinho oferecido em todo o Brasil e na oportunidade de qualificar os estabelecimento para oferecer um produto de qualidade, o Sebrae realizou uma avaliação em mais de 800 padarias brasileiras.

 
A ação faz parte de um convênio com o Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC) e a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP). Na Bahia, de setembro a outubro de 2015, o produto de 61 padarias de Salvador e Região Metropolitana foi analisado de acordo com a norma da ABNT 16.170, que determina a qualidade do pão francês. Entre os quesitos avaliados estão a aparência, a crosta, o miolo, o aroma, o sabor e a textura do produto.
 
O resultado no estado foi apontado como regular (45%) e, apesar de melhor que o de cidades como Brasília (43%) e Belo Horizonte (44,23%), mostrou que o pãozinho baiano precisava melhorar. Visando reverter essa situação, seis padarias baianas já receberam a consultoria do Projeto de Panificação do Sebrae, realizada durante uma semana inteira, acompanhando todo o processo de produção. “A consultoria começa em uma segunda-feira, às 5h da manhã. Na terça-feira já víamos clientes comentando que o pão estava melhor”, conta José Soares, gestor do Projeto de Panificação do Sebrae em Salvador.
 
Quem passou pela consultoria tem muito a comemorar. Uma das padarias participantes, a Hiperpão, no bairro do Cabula, viu o seu pão, antes avaliado com a nota 51, saltar para 97 ao final da semana de consultoria. A nota máxima da avaliação é de 130. Com os resultados obtidos, o pão francês da padaria passou a ser avaliado como “muito bom”. “A consultoria foi muito interessante para a gente. Inclusive, vimos a demanda aumentar de 15% a 20%, devido à qualidade do produto”, afirma Luiz Alberto Costa, sócio-gerente do estabelecimento.
 
As padarias e mercadinhos interessados em participar dos Projetos de Panificação e de Varejo de Alimentos do Sebrae, para incrementar a qualidade de seus processos e produtos, podem entrar em contato com a Central de Relacionamento do Sebrae, no 0800 570 0800.